Os melhores museus da Europa segundo o Fórum Europeu dos Museus

A view of an installation at the L'ETNO museum in Valencia.
A view of an installation at the L'ETNO museum in Valencia. Direitos de autor Credit: L'ETNO
Direitos de autor Credit: L'ETNO
De  Theo Farrant
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

No meio de uma paisagem cultural europeia vibrante, alguns museus excecionais erguem-se para reclamar o seu lugar de direito entre os melhores dos melhores em 2023.

PUBLICIDADE

A Europa, um tesouro de património cultural, possui uma deslumbrante variedade de museus excepcionais que encantam os visitantes com as suas extraordinárias coleções e exposições inovadoras.

No entanto, entre a vasta quantidade de instituições culturais, algumas poucas conseguiram elevar-se acima das restantes, conquistando os corações dos juízes e ganhando os prestigiados títulos de melhores museus de 2023, de acordo com conceituados programas de prémios.

Estas distinções de renome não só reconhecem a excelência, como também celebram o profundo impacto que os museus têm na sociedade, fazendo a ponte entre o passado e o presente e moldando a nossa compreensão coletiva.

Qual é o melhor museu da Europa este ano, segundo o Fórum Europeu dos Museus?

Credit: Flickr/L'ETNO
Imagem do interior do Museu L'ETNO, em ValênciaCredit: Flickr/L'ETNO

No mês passado, o Fórum Europeu dos Museus anunciou o vencedor do seu prestigiado Prémio Museu Europeu do Ano (EMYA), para o qual foram nomeados dois museus portugueses: A Casa Fernado Pessoa e o Museu de Lagos - Dr. José Formosinho.

O Museu Valenciano de Etnologia (L'ETNO) saiu triunfante, solidificando a sua posição entre muitas das melhores instituições do continente.

O L'ETNO, um pioneiro no panorama dos museus, impressionou o painel de jurados com a sua forte base ética e o seu empenho inabalável em efetuar mudanças positivas na região.

Este museu com princípios éticos está cheio de coração - mas também de ativismo para a mudança - alguns dos princípios implicam que a região enfrente verdadeiramente o seu passado para enfrentar um futuro incerto.
Prémios EMYA 2023
Credit: Héctor Juan/L'ETNO
Exposição permanente no L'ETNO "Não é fácil ser valenciano"Credit: Héctor Juan/L'ETNO

Através de um diálogo aberto e inclusivo, o L'ETNO tem por objetivo proporcionar um acesso universal, garantindo que todos os visitantes possam participar nas suas exposições estimulantes.

Um dos destaques do L'ETNO é a sua exposição permanente, "Não é fácil ser valenciano", que investiga o debate multifacetado em torno da identidade.

Através da apresentação de objetos, documentos, fotografias e testemunhos pessoais, o museu explora a tensão entre um mundo culturalmente homogéneo e a preservação de costumes e práticas únicas enraizadas na sociedade valenciana.

Para além do L'ETNO, vários outros museus obtiveram o merecido reconhecimento nos Prémios EYMA 2023.

O Museu dos Trabalhadores da Dinamarca conquistou orgulhosamente o prestigiado Prémio Museu do Conselho da Europa, aplaudindo o seu empenho em preservar a história e o património laboral do país.

Deixando a sua marca no palco internacional, o Sítio da Memória Hrant Dink, em Istambul, foi galardoado com o estimado Prémio Kenneth Hudson para a Coragem Institucional e Integridade Profissional 2023.

Entretanto, em Espanha, o cativante museu Chillida Leku recebeu o Prémio Museu de Portimão, consolidando ainda mais a sua posição como um bastião de excelência artística.

A lista completa dos nomeados para o EYMA 2023 pode ser consultada aqui.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bienal de Veneza: Leão de Ouro para a Austrália e o coletivo Maori Mataaho

Paris: Exposição no Museu D'Orsay celebra 150 anos do impressionismo

Prémios Mundiais de Fotografia de Natureza 2024: eis as espetaculares imagens vencedoras