EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Ator britânico encontrado morto depois de ter desaparecido nas montanhas da Califórnia em janeiro

O maior sonho de Julian Sands era escalar "um pico remoto nos Himalaias, como Makalu", disse em 2020.
O maior sonho de Julian Sands era escalar "um pico remoto nos Himalaias, como Makalu", disse em 2020. Direitos de autor Richard Shotwell/Invision/AP
Direitos de autor Richard Shotwell/Invision/AP
De  Tokunbo SalakoVerónica Romano com AP
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Julian Sands saiu para uma caminhada nas montanhas perto de Los Angeles e nunca mais voltou

PUBLICIDADE

A morte do ator britânico Julian Sands foi confirmada esta terça-feira, depois de terem sido encontrados restos mortais nas montanhas do sul da Califórnia, onde desapareceu há cinco meses.

Sands tinha 65 anos. Era um ávido e experiente caminhante e montanhista, que vivia em Los Angeles, no estado californiano dos Estados Unidos (EUA). 

Foi dado como desaparecido a 13 de janeiro depois de ter saído para uma caminhada perto de Mount Baldy, região que foi duramente afetada por fortes tempestades durante o inverno.

As autoridades confirmaram que os restos mortais descobertos no sábado são do ator. Foi efetuada uma autópsia, mas são necessários mais testes para determinar a causa da morte.

Equipas com a ajuda de drones e helicópteros procuraram repetidamente a celebridade. No entanto, as condições invernais que se prolongaram até à primavera dificultaram as buscas e não houve qualquer sinal do ator até que caminhantes civis o encontraram.

O britânico deixou a mulher Evgenia Citkowitz, jornalista, e três filhos adultos. Na sexta-feira passada, a família divulgou a primeira declaração desde o desaparecimento de Sands.

Continuamos a manter Julian nos nossos corações com memórias brilhantes dele como um pai maravilhoso, marido, explorador, amante do mundo natural e das artes, e como um artista original e colaborativo.
Comunicado da família de Sands

A celebridade falou da sua paixão pela altitude numa entrevista ao jornal britânico The Guardian, em 2020. Disse que era mais feliz quando estava "perto do cume de uma montanha numa gloriosa manhã fria". 

Admitiu ainda que o seu maior sonho era escalar "um pico remoto nos Himalaias, como Makalu", a quinta montanha mais alta do mundo, com cerca de 8,5 quilómetros de altura.

Julian Sands nasceu, cresceu e começou a representar em Inglaterra. Sempre trabalhou em cinema e televisão, tendo atuado em mais de 150 filmes e séries durante uma carreira de 40 anos.  

No final dos anos 80 e início dos 90, desempenhou papéis importantes em vários filmes aclamados. 

Foi um dos atores principais no romance britânico "Quarto com Vista sobre a Cidade", de 1985, no qual representou ao lado de Helena Bonham Carter e Maggie Smith. A longa-metragem ganhou três Óscares, tendo sido nomeado para oito, e o prémio BAFTA de melhor filme.

Após este sucesso, Sands mudou-se para os EUA para seguir a carreira em Hollywood.

Desempenhou o papel principal no filme de terror americano "Warlock", de 1989, e na sequela. Na comédia de terror "Aracnofobia", de 1990, com Jeff Daniels e John Goodman, o britânico interpretou um especialista em aranhas.

O seu último filme foi "The Ghosts of Monday", de 2022.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Quatro pessoas morreram e algumas desapareceram em avalanches na Noruega

Avalanche deixa duas pessoas desaparecidas na Áustria

Encontrar desaparecidos nos alpes italianos "é uma possibilidade muito remota"