EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Sérvia: encontrados vestígios de navio antigo em mina de carvão

Arqueólogos estão a fazer escavações.
Arqueólogos estão a fazer escavações. Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Acredita-se que embarcação pode pertencer ao período romano.

PUBLICIDADE

Na Sérvia, não é a primeira vez que mineiros encontram vestígios do passado enquanto escavam em busca de carvão.

Desta vez, encontraram as tábuas de um navio fluvial de 13 metros de comprimento e 3,5 metros de largura que atraíram vários arqueólogos para o local.

"Aqui é muito difícil encontrar material orgânico, principalmente quando não está na água, mas tivemos a sorte de encontrar embarcações preservadas, a sete metros de profundidade", explicou Ilija Dankovic, arqueólogo do sítio arqueológico de Viminacium, que, no seu auge, foi uma das maiores cidades romandas dos Balcãs.

"A embarcação não foi encontrada na íntegra, estava muito danificada, mas a madeira está em bom estado", acrescentou Dragana Gavrilovic, conservadora do sítio arqueológico.

Os arqueólogos, que estudam há anos a área do antigo período romano e a cidade de Viminacium, transferiram o navio para o acampamento arqueológico onde continuam as pesquisas.

"Mudámos e enterrámos na areia a embarcação para que a madeira não secasse, porque a madeira é um dos materiais mais delicados e se secar vai-se desfazer. Então, desta forma, preservamos a madeira", lembrou Dragana Gavrilovic.

Por enquanto não se sabe qual o período exato do navio. Há três anos encontraram-se embarcações semelhantes e a experiência mostra que as técnicas de construção naval nestas paragens não mudaram durante séculos, pelo que o navio pode, eventualmente, pertencer ao período romano.

"As amostras foram enviadas na semana passada para um laboratório na Hungria e dentro de alguns meses esperamos receber os resultados. Então não haverá mais dúvidas", ressalvou Dankovic.

Para explorar ainda mais o navio, é preciso tempo e dinheiro.

Vai haver uma candidatura a financiamento do Ministério da Cultura da Sérvia, e os visitantes só poderão vê-lo quando for construído um museu para todos os navios e embarcações que foram encontrados no Danúbio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turista do Cazaquistão vandaliza muro arquelógico em Pompeia

Morreu aos 88 anos o ator Donald Sutherland

Polícia britânica prende ativistas da Just Stop Oil que vandalizaram Stonehenge