EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Festival de Tashkent mostra cinema da Ásia Central ao mundo

Festival de Tashkent mostra cinema da Ásia Central ao mundo
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Galina PolonskayaEuronews
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Também conhecido como "Pérola da Rota da Seda", este festival dá a conhecer uma cinematografia ainda pouco divulgada.

PUBLICIDADE

O cinema da Ásia Central esteve em destaque na 15ª edição do Festival Internacional de Cinema de Tashkent, também conhecido como a "Pérola da Rota da Seda".

Realizadores e atores mundialmente famosos vieram à capital do Uzbequistão para premiar filmes e apresentar o mundo do cinema à próxima geração de cinéfilos.

"Este festival reúne cineastas de 52 países sob o lema da paz, do progresso e do esclarecimento; esta é a iniciativa do nosso Presidente", explicou o diretor do Festival, Firdavs Abdukhalikov.

"O Uzbequistão sempre foi o coração da Grande Rota da Seda. Era uma espécie de melting pot onde havia um intercâmbio de ideias e criatividade, por isso este festival serve como uma continuação destas tradições", disse.

Firdavs Abdukhalikov, diretor do festival
Firdavs Abdukhalikov, diretor do festivalEuronews

Estudantes de escolas de cinema de vários países participaram no programa de competição do festival. As equipas tiveram exatamente cinco dias para produzir uma curta-metragem utilizando locais no Uzbequistão.

O filme do Azerbaijão "100 Steps" recebeu o prémio de melhor filme da secção "Cinema em cinco dias".  "Não conhecíamos a cidade, não sabíamos a língua, foi muito difícil", explicou Yusif Gasimli, diretor de fotografia do filme. "Unimo-nos como equipa para ultrapassar os obstáculos e conseguir o prémio de hoje".

Durante este festival, foram realizadas numerosas masterclasses por estrelas de renome mundial. Hassan Nazer, cujo filme de 2022 "Winners" foi candidato aos Óscares, explicou como utilizar atores não-profissionais num filme: 

"É um risco muito grande, mas eles podem trazer muita criatividade e autenticidade ao filme, porque não estão a representar, fazem coisas naturais", disse Hassan.

A famosa dupla do filme "Taxi" (1998), Frédéric Diefenthal e Samy Naceri, partilhou a sua experiência com jovens atores.

Frédéric Diefenthal, de "Taxi"
Frédéric Diefenthal, de "Taxi"Euronews

"Não devemos dar ouvidos a ninguém, nem aos nossos pais nem aos nossos amigos, temos de seguir o nosso sonho até ao fim", disse Samy Naceri.

"Faço o meu trabalho com o coração, tenho a sorte de poder dizer que, mesmo que seja um trabalho, e que vá lá filmar de noite ou de dia, posso dizer que vou jogar e não que vou trabalhar", disse Frederic Diefenthal à Euronews.

O culminar do festival teve lugar na cidade de Samarcanda, no sudeste do Uzbequistão, na recém-criada Cidade Eterna, de estilo antigo, que será sem dúvida utilizada como cenário de filmes.

O cinema da Ásia Central foi a principal categoria de competição do festival: "Considero este um dos melhores festivais porque encontra filmes que dificilmente podem ser vistos. Os filmes da Ásia Central não estão disponíveis na Europa, não os vemos, e aqui temos a oportunidade de conhecer os criadores e ver o seu trabalho", disse o realizador Krzysztof Zanussi.

O júri internacional, presidido por Zanussi, atribuiu o prémio de Melhor Filme a "Sunday". Este filme uzbeque conta a história de crianças que querem mudar o seu mundo e dos seus velhos pais que estão satisfeitos com o que já têm.

"Na Ásia Central, ainda há muitos temas por dizer e por mostrar", disse o realizador do filme, Shokir Kholikov. "Esta é uma boa oportunidade para os jovens. Só precisam de atuar. É preciso fazer estes filmes enquanto há tempo. Precisamos de fazer filmes".

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Prémios do Cinema Europeu: A consagração de "Anatomia de uma queda"

Casa de Serge Gainsbourg abre ao público

Bienal da dança de Lyon: um evento popular festivo e inclusivo sob a direção de Tiago Guedes