Prémios do Cinema Europeu: A consagração de "Anatomia de uma queda"

Prémios do Cinema Europeu, em Berlim
Prémios do Cinema Europeu, em Berlim Direitos de autor Clemens Bilan/MTI/MTI
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Depois da Palma de Ouro, em Cannes, "Anatomia de uma queda" ganhou o Melhor Argumento, Melhor Realizador e Melhor Filme, nos Prémios Europeus do Cinema, bem como o prémio de Melhor Atriz para Sandra Huller.

PUBLICIDADE

Foi o filme francês "Anatomie d'une chute"  - "Anatomia de uma queda" -, de Justine Triet, que levou a melhor nos Prémios do Cinema Europeu, em Berlim, que desde 1988 premeiam anualmente o cinema que se faz na Europa.

A realizadora, Justine Triet diz que, de alguma forma, deve o filme a Sandra Huller.

"Um filme, claro, é um guião, são planos, câmaras, mas, acima de tudo, é 80% os atores. E a Sandra foi uma surpresa todos os dias, para mim, mas também para toda a equipa, constatar constantemente como ela era generosa, num envolvimento que raramente vi num filme. E, obviamente, que lhe devo este filme, de alguma forma".

"Anatomia de uma queda" é a história de uma mulher que tem de lidar com a morte suspeita do marido, pela qual é acusada. Através da investigação e do julgamento que se segue, Justine Triet faz uma verdadeira dissecação da relação do casal.

Outros filmes em competição foram "The Zone of Interest", de Jonathan Glazer, "Green Border", de Agnieszka Holland, "Io Capitano", de Matteo Garrone, e "Fallen Leaves", de Aki Kauris-maki, mas nenhum deles conseguiu superar Anatomia de uma Queda, apesar da sua qualidade.

O especialista de cinema da Euronews, Frédéric Ponsard, esteve na Arena de Berlim, na cerimónia da entrega dos prémios: "A 36.ª edição dos Prémios do Cinema Europeu mostrou a diversidade, a riqueza e a relevância do cinema europeu. A competição deste ano foi particularmente forte, com filmes que tomaram o pulso à Europa e ao mundo em tempo real. Filmes envolventes e sensíveis que nos dão uma melhor compreensão da nossa humanidade e das suas muitas falhas".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"La tête froide", o filme que traz um olhar diferente sobre a migração

Festival de Tashkent mostra cinema da Ásia Central ao mundo

Detido na Alemanha um dos três membros da Fação do Exército Vermelho