EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Quadro com 300 anos roubado durante a Segunda Guerra Mundial devolvido a museu alemão

Um quadro com 300 anos roubado durante a Segunda Guerra Mundial é finalmente devolvido a um museu alemão
Um quadro com 300 anos roubado durante a Segunda Guerra Mundial é finalmente devolvido a um museu alemão Direitos de autor Claire Savage/AP
Direitos de autor Claire Savage/AP
De  Euronews com AP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

A pintura do artista austríaco do século XVIII Johann Franz Nepomuk Lauterer será brevemente exposta em Munique.

PUBLICIDADE

Após uma paragem nos Estados Unidos (EUA) que durou quase um século, uma pintura de paisagem barroca desaparecida durante a Segunda Guerra Mundial foi ontem devolvida à Alemanha.

O FBI entregou a obra de arte do artista austríaco do século XVIII Johann Franz Nepomuk Lauterer (1700 - 1733) a um representante de um museu alemão numa breve cerimónia no Consulado Alemão em Chicago, onde a peça que mostra uma paisagem italiana estava em exposição.

A Art Recovery International, uma empresa que se dedica à localização e recuperação de obras de arte roubadas e pilhadas, localizou o quadro depois de uma pessoa de Chicago ter entrado em contacto com ela, no ano passado, alegando possuir um "quadro roubado ou pilhado" que o seu tio tinha trazido para os EUA depois de ter servido na Segunda Guerra Mundial.

“Landscape of Italian Character”
“Landscape of Italian Character”Claire Savage/AP

O quadro estva desaparecido desde 1945 e foi inicialmente dado como roubado das Coleções de Pintura do Estado da Baviera em Munique, na Alemanha. Foi adicionado à base de dados da Fundação Alemã de Arte Perdida em 2012, de acordo com um comunicado da empresa de recuperação de arte.

"O cerne do nosso trabalho na Art Recovery International é a investigação e a restituição de obras de arte saqueadas pelos nazis e descobertas em coleções públicas ou privadas. Ocasionalmente, deparamo-nos com casos como este, em que soldados aliados podem ter levado objetos para casa como lembranças ou como troféus de guerra", disse Christopher Marinello, fundador da Art Recovery International.

"O facto de estar do lado vencedor não faz com que seja correto", acrescentou.

“Landscape of Italian Character”
“Landscape of Italian Character”Claire Savage/AP

O quadro, intitulado "Paisagem de Caráter Italiano", vai agora reunir-se com o seu homólogo, que partilha motivos e imagens semelhantes, segundo o museu.

Os dois quadros juntos formam uma cena panorâmica com pastores e viajantes com as suas cabras, vacas, burros e ovelhas num vau de um rio.

A dupla será brevemente exposta em conjunto, pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial, na Alte Pinakothek de Munique, segundo Bernd Ebert, conservador-chefe do museu de pintura barroca holandesa e alemã.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Quadro de Gustav Klimt vendido por 30 milhões de euros num leilão em Viena

Centro de Colónia parcialmente evacuado devido a bomba da II Guerra Mundial

Museu norte-americano devolve ao Gana artigos roubados por tropas coloniais