EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Alec Baldwin "não tinha controlo" sobre as suas emoções no cenário de "Rust", dizem os procuradores

O ator Alec Baldwin "não tinha controlo" sobre as suas emoções no cenário de "Rust", dizem os procuradores
O ator Alec Baldwin "não tinha controlo" sobre as suas emoções no cenário de "Rust", dizem os procuradores Direitos de autor Richard Shotwell/Invision/AP
Direitos de autor Richard Shotwell/Invision/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Os procuradores pretendem argumentar que o comportamento de Baldwin desempenhou um papel na "falta de segurança" que levou a um tiroteio fatal no cenário do filme "Rust" em 2021.

PUBLICIDADE

Os procuradores especiais do estado norte-americano do Novo México divulgaram um novo processo judicial na sexta-feira, descrevendo as alegações contra o ator Alec Baldwin em pormenores precisos - e muitas vezes chocantes.

O documento de 32 páginas afirma que Baldwin tem repetidamente "mudado a sua história" sobre os acontecimentos do tiroteio e que não tinha "absolutamente nenhum controlo das suas próprias emoções" no local das filmagens.

De acordo com os procuradores, o comportamento de Baldwin no cenário de Rust foi um fator de "falta de segurança" que levou ao tiroteio fatal da cineasta do filme, Halyna Hutchins, em 2021. 

Este comportamento preocupante terá incluído Baldwin a exigir que a equipa "trabalhasse mais depressa". Esta "pressa implacável", diz o processo, "comprometeu rotineiramente a segurança".

O processo detalha como o ator gritava e praguejava frequentemente, tanto com os membros da equipa como consigo próprio, e que não tinha "absolutamente nenhuma preocupação com a forma como a sua conduta" afetava as pessoas à sua volta. "As testemunhas afirmaram que foi exatamente este comportamento que contribuiu para comprometer a segurança no local", escreveu a procuradora Kari Morrissey.

Em janeiro, um grande júri acusou Baldwin de homicídio involuntário, reavivando um processo adormecido contra o ator. Baldwin declarou-se inocente.

No mês passado, a defesa de Baldwin apresentou uma moção para anular a acusação, alegando que a estrela de 30 Rock e The Departed tinha sido vítima de abusos por parte do Ministério Público - algo que Morrissey negou veementemente na moção.

Baldwin, ator principal e coprodutor do filme de faroeste Rust, apontou uma arma à cineasta Halyna Hutchins durante um ensaio no cenário do filme nos arredores de Santa Fé, em outubro de 2021, quando a arma disparou, matando-a e ferindo o realizador Joel Souza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Armeira do filme "Rust" condenada por negligência

Justiça retira acusações de homicídio involuntário contra Alec Baldwin

Alec Baldwin acusado de homicídio involuntário