EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Festival de Cinema de Cannes 2024 em fotos: 15 momentos inesquecíveis na passadeira vermelha

O melhor da passadeira vermelha de Cannes em fotografias
O melhor da passadeira vermelha de Cannes em fotografias Direitos de autor Credit: AP Photo
Direitos de autor Credit: AP Photo
De  Theo Farrant
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Desde o brilho da passadeira vermelha de Cannes até às sessões fotográficas, veja as melhores imagens do icónico festival de cinema na Riviera Francesa.

PUBLICIDADE

O 77.º Festival de Cinema de Cannes terminou com Anora, de Sean Baker - uma história cómica e pungente de Brooklyn sobre uma trabalhadora do sexo que se casa com o filho de um rico oligarca russo - a levar para casa a prestigiada Palma de Ouro.

Durante as duas últimas semanas, a Riviera Francesa foi palco da estreia de dezenas de filmes muito aguardados, de desfiles noturnos de alta costura na passadeira vermelha e até da visita da chama olímpica, em antecipação dos jogos deste verão em Paris.

Para quem perdeu o brilho e o glamour, aqui estão 15 dos momentos mais memoráveis da passadeira vermelha e os destaques desta extravagância cinematográfica.

Anya Taylor-Joy posa para os fotógrafos à saída da estreia do filme “Furiosa: Uma Saga Mad Max"
Anya Taylor-Joy posa para os fotógrafos à saída da estreia do filme “Furiosa: Uma Saga Mad Max"Credit: Daniel Cole/2024 Invision
Shia LaBeouf, Laurence Fishburne, Aubrey Plaza, Adam Driver, o realizador Francis Ford Coppola, Nathalie Emmanuel e Giancarlo Esposito posam na estreia de “Megalopolis”.
Shia LaBeouf, Laurence Fishburne, Aubrey Plaza, Adam Driver, o realizador Francis Ford Coppola, Nathalie Emmanuel e Giancarlo Esposito posam na estreia de “Megalopolis”.Credit: Andreea Alexandru/2024 Invision
Meryl Streep posa na cerimónia de entrega de prémios e na estreia de “O Segundo Ato” durante o 77.º Festival de Cinema de Cannes.
Meryl Streep posa na cerimónia de entrega de prémios e na estreia de “O Segundo Ato” durante o 77.º Festival de Cinema de Cannes.Credit: Daniel Cole/2024 Invision
Margaret Qualley, à esquerda, e Demi Moore posam para os fotógrafos na sessão fotográfica do filme “The Substance”
Margaret Qualley, à esquerda, e Demi Moore posam para os fotógrafos na sessão fotográfica do filme “The Substance”Credit: Scott A Garfitt/2024 Invision
Emma Stone posa para os fotógrafos à chegada à estreia do filme “Kinds of Kindness” no 77.º festival internacional de cinema, em Cannes, a 17 de maio de 2024.
Emma Stone posa para os fotógrafos à chegada à estreia do filme “Kinds of Kindness” no 77.º festival internacional de cinema, em Cannes, a 17 de maio de 2024.Scott A Garfitt/2024 Invision
O cão Messi posa para os fotógrafos à chegada à cerimónia e à estreia do filme “O Segundo Ato"
O cão Messi posa para os fotógrafos à chegada à cerimónia e à estreia do filme “O Segundo Ato"Credit: Andreea Alexandru/2024 Invision
Sean Baker, vencedor da Palma de Ouro por “Anora”, posa durante a sessão fotográfica após a cerimónia de entrega dos prémios no 77º Festival de Cinema de Cannes
Sean Baker, vencedor da Palma de Ouro por “Anora”, posa durante a sessão fotográfica após a cerimónia de entrega dos prémios no 77º Festival de Cinema de CannesCredit: Vianney Le Caer/2024 Invision
Francis Ford Coppola e George Lucas abraçam-se durante a cerimónia
Francis Ford Coppola e George Lucas abraçam-se durante a cerimóniaAndreea Alexandru/2024 Invision
Winnie Harlow posa na estreia de “The Apprentice” durante o 77.º Festival de Cinema de Cannes
Winnie Harlow posa na estreia de “The Apprentice” durante o 77.º Festival de Cinema de CannesCredit: Andreea Alexandru/2024 Invision

Para mais notícias sobre Cannes 2024, clique aqui.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Anora de Sean Baker vence Palma de Ouro em Cannes. Miguel Gomes recebe Melhor Realização com Grand Tour

Cannes 2024: 'Anora', uma 'Pretty Woman' do século XXI

Cannes 2024: Greta Gerwig, presidente do júri, fala do #MeToo e de Trump no ecrã