This content is not available in your region

Potencial dos migrantes em destaque nas Jornadas Europeias do Desenvolvimento

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Potencial dos migrantes em destaque nas Jornadas Europeias do Desenvolvimento

Em pleno debate sobre a questão dos migrantes, nas Jornadas Europeias do Desenvolvimento, que decorrem em Bruxelas, reconhece-se o potencial destas pessoas.

Farah Abdi Abdullahi fugiu da Somália por causa da identidade sexual e chegou a Malta em 2012. Depressa se tornou blogger e ativista.

“Os migrantes estão a ser apresentados aos cidadãos como um fardo para os sistemas de segurança social, já falhados, da Europa. Claro que isso não agrada a um cidadão que pagou impostos a vida toda. Este foi um ponto sobre o qual estive disposto a lutar e é a razão que me move, para ter sucesso, para sonhar alto e fazer o que faço atualmente”, sublinha Abdullahi.

Jovens de todo o mundo foram selecionados para participar nestas sessões. As Jornadas Europeias do Desenvolvimento, que se realizam a 3 e 4 de junho, acolhem 5 mil participantes, de acordo com a Comissão Europeia.

“Os jovens têm muita energia, muitos recursos para trazer para a Europa. Não queremos ver isso porque tememos o discurso político xenófobo anti-imigração. Devíamos lutar contra isso com campanhas políticas fortes e de consciencialização, para dar lugar aos jovens migrantes e para que tenham a possibilidade de trazer alguma coisa positiva para a Europa e as sociedades”, diz Salvatore Prata, da Federação Internacional Terra dos Homens.

A questão dos migrantes que cruzam o Mediterrâneo à procura de melhores condições de vida na Europa domina a agenda europeia, mas está longe de gerar consenso entre os Estados-membros.