EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Irlanda está "muito vulnerável" face ao Brexit

Irlanda está "muito vulnerável" face ao Brexit
Direitos de autor 
De  Isabel Marques da Silva com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A Irlanda está numa "posição de particular vulnerabilidade" face ao Brexit, realçou Simon Coveney, ministro dos Negócios Estrangeiros e do Comércio da Irlanda, na conversa que teve com Michel Barnier, principal negociador por parte da União Europeia.

PUBLICIDADE

A Irlanda está numa “posição de particular vulnerabilidade” face ao Brexit, realçou Simon Coveney, ministro dos Negócios Estrangeiros e do Comércio da Irlanda, na conversa que teve com Michel Barnier, principal negociador por parte da União Europeia.

“O nosso objetivo, na primeira fase da negociação sobre o Brexit, é garantir que a área de viagem comum e o acordo de Sexta-feira Santa, no qual o Reino Unido tem uma responsabilidade específica como co-garante, não são afetados pela decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia”, assegurou Michel Barnier, no final da reunião, segunda-feira, em Bruxelas.

Por seu lado, Simon Coveney chamou a atenção para as muito próximas relações comerciais, históricas e políticas entre este país e o Reino Unido, do qual faz parte a Irlanda do Norte.

“A decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia tem potencialmente um impacto negativo extraordinário na Irlanda, e na ilha da Irlanda. Portanto, na primeira fase das negociações sobre o Brexit, a Irlanda é um dos três principais problemas nos quais é necessário um progresso suficiente antes de passar para as questões mais amplas de comércio, transição e relações futuras”, afirmou o governante irlandês.

A questão da livre circulação é particularmente pertinente porque a Irlanda tem a única fronteira terrestre com o Reino Unido e porque o Acordo de Paz da Sexta-feira Santa para a Irlanda do Norte, assinado em 1998, pressupunha que ambos os países permaneceriam na União Europeia.

O coordenador do Brexit no Parlamento Europeu, Guy Verhofstadt, também realçou esta questão, no Twitter, depois de ter conversado com Simon Coveney.

Productive discussion today w/simoncoveney</a>. The issues specific to Ireland are a priority for the EU27 in <a href="https://twitter.com/hashtag/Brexit?src=hash">#Brexit</a> negotiations <a href="https://t.co/iUOM2Z1VAJ">pic.twitter.com/iUOM2Z1VAJ</a></p>— Guy Verhofstadt (GuyVerhofstadt) September 4, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Von der Leyen recusa participar no debate entre líderes sobre os cargos de topo da UE

Acordo de ajuda à Ucrânia dos líderes do G7 já é considerado “histórico”

Zelenskyy agradece aos EUA e ao Japão pelos pactos de segurança "históricos" no primeiro dia da cimeira do G7