"Breves de Bruxelas": Eleições europeias, Bélgica, pesca e Comissão Europeia

"Breves de Bruxelas": Eleições europeias, Bélgica, pesca e Comissão Europeia
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os assuntos estão em destaque no programa "Breves de Bruxelas"

PUBLICIDADE

Dentro de cem dias, os cidadãos da União Europeia vão começar a ser convidados para irem às urnas escolher o novo Parlamento Europeu que vai trabalhar com a uma nova Comissão até 2024. O assunto está em destaque no programa "Breves de Bruxelas" em que damos conta, entre outras coisas, das motivações de quem vota pela primeira vez. Abordamos ainda as seguintes notícias:

O primeiro-ministro belga, Charles Michel, classificou de "estranho", um relatório intermédio sobre a época colonial apresentado segunda- feira. Um grupo de especialistas das Nações Unidas recomendou à Bélgica o reconhecimento do passado colonial e violento, de forma a fazer frente ao alegado racismo sofrido por pessoas de origem africana no país. E sugeriu um pedido de desculpas. Os especialistas apresentarão o relatório e uma série de recomendações no Conselho de Direitos Humanos da ONU em setembro.

Com 415 votos a favor, 189 contra e 49 abstenções, o Parlamento Europeu aprovou, esta terça-feira, um novo acordo pesqueiro entre a União Europeia e Marrocos. O acordo prevê um aumento nas licenças outorgadas à frota europeia e irá beneficiar cerca de noventa navios espanhóis. O anterior acordo foi chumbado há um ano por se considerar que não beneficiava a população local sarauí.

A Provedora de Justiça da União Europeia confirmou a defesa do veredicto que invocou "má administração" na nomeação do alemão Martin Selmayr para secretário-geral da Comissão Europeia. O processo levado a cabo por Jean-Claude Juncker foi alvo de críticas. Sem colocar em causa o mérito do visado, a Provedora considerou "altamente lamentável" que a Comissão não tenha decidido mudar o procedimento como recomendado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nicolas Schmit nomeado cabeça de lista pelos socialistas para as eleições europeias

Euronews em força nas eleições europeias que vão marcar uma era

O que faz o Parlamento Europeu?