EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Breves de Bruxelas": Venezuela, carros, água, sanções

"Breves de Bruxelas": Venezuela, carros, água, sanções
Direitos de autor REUTERS/Lucy Nicholson/File Photo
Direitos de autor REUTERS/Lucy Nicholson/File Photo
De  Isabel Marques da Silva
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

"Breves de Bruxelas": Venezuela, carros, água, sanções

PUBLICIDADE

A esquerda radical e a esquerda moderada distanciaram-se de uma resolução sobre a crise política na Venezuela, aprovada apenas com 310 votos das alas conservadora e liberal, quinta-feira, no Parlamento Europeu, reunido em plenário, em Estrasburgo.

Em causa esteve a não inclusão no texto da afirmação clara de que a Europa repudia qualquer intervenção militar, como admite fazer o presidente dos EUA, explicou um membro do grupo da Esquerda Unitária Europeia.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • Um grande número de carros altamente poluentes ainda circula nas estradas da União Europeia, pelo que os eurodeputados recomendaram a recolha obrigatória desses veículos. Numa resolução aprovada, quinta-feira, o Parlamento Europeu, também, pediu aos governos que coordenem estratégias com os fabricantes de automóveis.
  • O Parlamento Europeu aprovou uma estratégia para melhorar a confiança dos consumidores na água da torneira, que é muito mais barata e ambientalmente sustentável do que a água engarrafada. Na sessão plenária, os eurodeputados propuseram aumentar os limites máximos para certos poluentes, como o chumbo e as bactérias nocivas.
  • O governo alemão está dividido sobre a proibição da venda de armas à Arábia Saudita, decretada em novembro passado, tendo uma reunião sobre o tema acabado num impasse. O partido de centro-direita, de Angela Merkel, quer pôr fim à sanção, mas o partido de centro-esquerda na coligação quer prolongar a medida, que deveria expirar esta semana.
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Eurodeputados de esquerda não apoiam moção sobre Venezuela

Eurodeputados contra circulação de carros muito poluentes

Parlamento Europeu quer maior consumo de água da torneira