EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

NATO assinala os 70 anos

NATO assinala os 70 anos
Direitos de autor 
De  Joao Duarte Ferreira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A cimeira para celebrar os 70 anos da Aliança Atlântica tem lugar em Londres

PUBLICIDADE

Esta semana a NATO assinala os 70 anos do Tratado do Atlântico Norte.

Foi a 4 de abril de 1949 que 12 estados ocidentais assinaram o tratado em Washington.

Para marcar a ocasião, a NATO publicou mais de dois milhares de documentos incluindo filmes e notícias desde os finais dos anos 40 até aos anos 90.

Os arquivos estão disponíveis em Londres e explicam as razões que levaram à criação da NATO.

"Penso que a mensagem da NATO é dizer às pessoas que se trata de uma organização que existe para assegurar maior prosperidade e paz na Europa evitando regressar aos conflitos do passado. É preciso sublinhar que existem culturas individuais e nacionalidades dentro do colectivo da NATO mas que estas partilham valores como a democracia e liberdade de expressão", afirma o curador do Imperial War Museum, em Londres, Greg Brockett.

Dwight Eisenhower foi o primeiro Comandante Supremo da NATO o que mereceu críticas da Europa.

A URSS em conjunto com outros sete estados da Europa central e de leste criaram o Pacto de Varsóvia em maio de 1955.

O primeiro Comandante supremo foi o marechal soviético Ivan Konev.

As tensões atingiram um pico com a crise dos mísseis cubanos.

Moscovo continuou a aumentar o seu poderio militar.

Os dois lados acabariam por sentar-se para negociar o desarmamento.

Mas o alívio das tensões foi de pouca duração e terminou com a invasão da Checoslováquia.

O golpe derradeiro no império soviético e no pacto de Varsóvia aconteceu quando o movimento polaco Solidariedade retirou o seu apoio.

" Existem temas recorrentes contidos em muitos documentos. Fundamentalmente, a organização reconhece as diferenças mas também o enorme potencial e benefícios que resultam da colaboração entre as 15 nações que abarcam a maioria deste período", adianta o curador Greg Brockett.

A cimeira para assinalar este aniversário decorre em Londres, capital que acolheu a primeira sede desta organização.

Trata-se igualmente de uma homenagem a Winston Churchill, o primeiro-ministro britânico que assinou o Tratado de Washington.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE adota projetos na área da Defesa para reforço da NATO

Emmanuel Macron diz que NATO está "em morte cerebral"

Roberta Metsola foi reeleita Presidente do Parlamento Europeu