EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Eurodeputados britânicos despedem-se de Estrasburgo

Eurodeputados britânicos despedem-se de Estrasburgo
Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Joao Duarte Ferreira
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O fim da sessão plenária mensal significa o fim da representação britânica no Parlamento Europeu

PUBLICIDADE

Os eurodeputados britânicos a favor do Brexit estão contentes por abandonarem o Parlamento Europeu em Estrasburgo esta semana.

"Uma vez fora daqui, aquele edifício atrás de mim vai tornar-se muito aborrecido. Nós oferecemos aquele elemento excitante e dramático que, francamente, falta na política europeia", afirma Nathan Gill, eurodeputado britânico do Partido do Brexit.

Os escritórios em Estrasburgo dos eurodeputados britânicos estão agora praticamente vazios.

A deslocação mensal ao Parlamento Europeu está a chegar ao fim e isso significa o adeus do Reino Unido.

Mas muitos partem com relutância.

"É o local mais revigorante em que já trabalhei e, sim, os amigos, os colegas, a diversidade de questões de que tratamos aqui, é claro que vou sentir a falta de tudo isto", diz Catherine Bearder, eurodeputada britânico do Grupo Renew Europe.

No dia 31 de janeiro os 73 eurodeputados britânicos regressam a casa, no mesmo dia em que o Reino Unido deixa a União Europeia.

Os assentos serão distribuídos pelos outros países europeus.

A despedida é também uma oportunidade para refletir.

"Espero que as minhas contribuições sejam vistas por aquilo que são e que são de um europeu a defender os interesses da Europa", defende Seb Dance, eurodeputado trabalhista britânico.

Durante esta semana, eurodeputados de todos os quadrantes políticos têm apelado à União Europeia para aprender com as lições da partida do Reino Unido.

Já corre uma iniciativa no sentido de reformar a forma como o Parlamento funciona e abrir espaço a debates mais abrangentes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Estrasburgo em 60 segundos

2019 fica na memória política do Reino Unido

Região russa do Daguestão decreta três dias de luto após ataques que mataram 20 pessoas