EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Câmara de Bruxelas cria mais ciclovia e zona pedonal

Mais 40 km de ciclovia previstos para Bruxelas
Mais 40 km de ciclovia previstos para Bruxelas Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Isabel Marques da SilvaLaura Ruiz Trullols
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Estão programados mais 40 quilómetros de vias para os amantes da bicicleta, uma medida que também pode ajudar a aliviar a pressão sobre os transportes públicos.

PUBLICIDADE

De uma das cidades mais congestionadas da Europa para uma das mais amigas da ciclovia e dos peões já apartir de meados de maio. Na estratégia para o desconfinamento e uma retoma da economia mais sustentável, a Câmara Municipal de Bruxelas pretende limitar a velocidade dos automóveis a 20 quilómetros por hora nas ruas do centro histórico e fazer mais ciclovias.

"O objetivo principal não é limitar a velocidade dos carros, mas dar a prioridade aos peões e aos ciclistas. Há calçadas muito estreitas nas ruas de Bruxelas, temos que ser capazes de conceder mais espaço aos cidadãos, se quisermos ter sucesso no desconfinamento, mantendo o distanciamento social. As pessoas não devem recear ir ao centro da cidade", explicou Philippe Close, presidente da Câmara de Bruxelas, em entrevista à euronews.

Estão programados mais 40 quilómetros de vias para os amantes da bicicleta, uma medida que também pode ajudar a aliviar a pressão sobre os transportes públicos.

Embora haja críticas de uma certa ditadura dos ciclistas em Bruxelas, o autarca considera que este é o momento de fazer escolhas racionais.

"Estamos num momento ideal para refletir e fazer experiências em larga escala. Ao contrário do que alguns possam pensar, os cidadãos estão bastante abertos a esta ideia. Enquanto presidente da Câmara de Bruxelas, espero que a sociedade pense de maneira diferente sobre o futuro. Queremos ter uma cidade mais acolhedora e pacífica, com muito contato social e onde a solidariedade prolifere", acrescentou Philippe Close.

A cidade de Milão. em Itália, tambem apresentou planos semelhantes para reinventar a circulação urbana após o desconfinamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Setor automóvel tem de reduzir emissões de CO2

Poluição: Bruxelas restringe acesso automóvel

Eurodeputados socialistas e liberais reelegem líderes por aclamação