Croácia entra na Zona Euro e no Espaço Schengen

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
Terminaram os controlos nas fronteiras entre a Croácia e os outros Estados-membros da UE
Terminaram os controlos nas fronteiras entre a Croácia e os outros Estados-membros da UE   -   Direitos de autor  AP Photo/Darko Bandic

2023 é o ano em que a Croácia se torna no vigésimo país a usar o euro como moeda. O país da ex-Jugoslávia, na União Europeia desde 2013, passa também a pertencer ao Espaço Schengen.

Os primeiros euros foram levantados, à meia-noite em ponto, pelo ministro das Finanças Marko Primorac e pelo governador do Banco da Croácia, Boris Vujčić.

Para os analistas, a adoção do euro é benéfica para a economia do país e vai permitir-lhe resguardar-se numa altura de inflação galopante, sob fundo da guerra na Ucrânia.

Mesmo se as opiniões estão divididas, a maioria apoia este passo da Croácia. Há até quem o compare com a independência do país, há 31 anos, no seguimento da guerra que ditou o rompimento com a Jugoslávia.

Com a entrada no espaço Schengen, desaparecem os controlos nas fronteiras com os outros Estados-membros da União Europeia, logo uma maior facilidade em viajar para o país. Espera-se que este passo traga benefícios para o turismo da Croácia, um setor-chave que representa 20% do PIB do país.