EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Eleitores alemães vão às urnas no domingo para elegerem representantes no Parlamento Europeu

Cartazes de campanha para as europeias na Alemanha
Cartazes de campanha para as europeias na Alemanha Direitos de autor Donogh McCabe
Direitos de autor Donogh McCabe
De  Olivia StroudEuronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No domingo, 66 milhões de eleitores na Alemanha são elegíveis para votar em candidatos ao Parlamento Europeu que moldarão leis com impacto na vida de milhões de europeus nos próximos 5 anos.

PUBLICIDADE

As mesas de voto em toda a Alemanha estarão abertas às 8h de domingo, dia 9, até às 18h, altura em que serão divulgadas as primeiras projeções.

Nas últimas eleições europeias de 2019, 61% dos eleitores elegíveis na Alemanha votaram, a terceira maior participação na Europa. Isso significa que 39% que não votaram poderiam facilmente ter influenciado políticas futuras para a próxima meia década.

O diretor do English Theatre Berlin, Daniel Brunet, diz que espera uma alta participação dado o momento de grandes tensões em toda a Europa.

"É muito importante. Poderia ser uma esperança para o mundo inteiro. E acho que o Parlamento Europeu deve ganhar ainda mais direitos e poder", defende.

A pensionista e voluntária Johanna Ewig-Spur diz que também considera a próxima votação muito importante.

"Sou uma cidadã europeia convicta. Experimentei e vivi muitos benefícios. A liberdade de circulação, a amizade entre diferentes países. Sou filha do período pós-guerra e considero a União Europeia uma organização importante, apesar de todas as dificuldades que também vejo", conta à Euronews.

De acordo com uma sondagem divulgada na quarta-feira, apenas 57% dos jovens entre os 16 e os 25 anos disseram que queriam votar nesta próxima eleição, um forte contraste com 2019, que marcou um recorde de jovens eleitores.

Com as eleições europeias à porta, a Europa está prestes a decidir como moldará o futuro nos próximos cinco anos. Perante um cenário de aumento dos custos de vida, decisões sobre as alterações climáticas e o apoio à Ucrânia podem estar prestes a ser seladas. Decisões que podem mudar o curso da democracia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Países da UE reforçam esforços anti-desinformação antes das eleições europeias

Eleições europeias: Três fatores que podem mudar o quadro político da UE

Fraca afluência às urnas é receio em Itália face ao crescente distanciamento da UE