This content is not available in your region

O comandante "Kirk" vai finalmente ao "Caminho das Estrelas"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
O comandante "Kirk" vai finalmente ao "Caminho das Estrelas"
Direitos de autor  AP/Blue Origin
Tamanho do texto Aa Aa

Desta vez é mesmo a sério. O comandante James T. Kirk, que levou a USS Enterprise pelo "Caminho das Estrelas", há mais de meio século, viaja para o espaço esta quarta-feira.

Aos 90 anos, o ator William Shatner vai tornar-se a pessoa mais velha numa viagem espacial. O convite é da agência de viagens espaciais Blue Origin de Jeff Bezos, o patrão da Amazon.

Desta vez é mesmo a sério. O comandante James T. Kirk, que levou a USS Enterprise pelo "Caminho das Estrelas", há mais de meio século, viaja para o espaço esta quarta-feira.

Aos 90 anos, o ator William Shatner vai tornar-se a pessoa mais velha numa viagem espacial. O convite é da agência de viagens espaciais Blue Origin de Jeff Bezos, o patrão da Amazon.

A viagem está a criar grande entusiasmo na Califórnia. Um residente, Joseph Barra, não perde pitada desta aventura.

"O William Shatner estava a conversar com um astrofísico e ele colocou-lhe uma questão muito importante. Algo assim, como... O que é que vais fazer quando estiveres lá em cima? Vais brincar com os instrumentos de bordo? O que é que vais fazer? E o William Shatner disse-lhe: Estou particularmente excitado com a ideia de olhar pela janela".

Com esta viagem de apenas 11 minutos, William Shatner torna-se protagonista : da ficção, da realidade e do momento em que a realidade ultrapassa a ficção.

Este é o segundo voo com passageiros a agência criada por Bezos; o primeiro realizou-se em julho, com o próprio Jeff Bezos.

O foguetão New Shepard, completamente automatizado e reutilizável, é composto por um propulsor e uma cápsula de design ultramoderno que se separam em pleno voo. A cápsula deverá ultrapassar a chamada linha de Karman, a 100 km de altitude, a fronteira do espaço, de acordo com a convenção internacional e votar à Terra próximo do local de descolagem, travada por três paraquedas e um retro propulsor.

Para além do ator canadiano, haverá mais três pessoas a bordo: Chris Boshuizen, um antigo engenheiro da NASA e cofundador da Planet Labs, uma empresa americana de fotografia de alta resolução, a partir de satélites; Glen de Vries, cofundador da Medidata Solutions, uma empresa especializada em equipamento de ensaios clínicos para a indústria farmacêutica e Audrey Powers, responsável da Blue Origin para as operações de voo e manutenção do foguetão.

A competição das viagens espaciais está ao rubro nos Estados Unidos entre a Blue Origin, a Virgin Galactic, do multimilionário britânico, Richard Branson e SpaceX do patrão da Tesla, Elon Musk, que já enviou quatro turistas para o espaço, durante três dias, numa órbita à volta da Terra.

A conquista do espaço, durante muitas décadas domínio de agências governamentais e assunto de estado, está a tornar-se cada vez mais terreno de empresas privadas.