EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Alibaba, da China, revela atualização de IA para desafiar a Amazon e a Microsoft

O logótipo da empresa chinesa de tecnologia Alibaba é visto no seu escritório em Pequim, a 10 de agosto de 2021.
O logótipo da empresa chinesa de tecnologia Alibaba é visto no seu escritório em Pequim, a 10 de agosto de 2021. Direitos de autor Mark Schiefelbein/Copyright 2021 The AP. File
Direitos de autor Mark Schiefelbein/Copyright 2021 The AP. File
De  Pascale Davies
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

A Alibaba atualiza o modelo de Inteligência Artificial com o objetivo de ser "a nuvem mais aberta na era da IA".

PUBLICIDADE

A unidade de computação em nuvem do gigante tecnológico chinês Alibaba lançou a versão mais recente do seu modelo de inteligência artificial (IA), à medida que vai conquistando o seu lugar na China para rivalizar com gigantes norte-americanos como a Amazon e a Microsoft.

O cofundador da empresa, Joe Tsai, revelou o chamado modelo de IA Tongyi Qianwen 2.0, o seu mais recente modelo de linguagem de grande dimensão para treinar chatbots, que funciona em inglês e chinês.

A empresa anunciou a sua plataforma de serviços GenAI, que permite às empresas criar aplicações de IA generativa utilizando os seus próprios dados. Isso eliminaria o acesso de terceiros aos dados.

"Pretendemos ser a nuvem mais aberta na era da IA", disse Tsai ao South China Morning Post na conferência de tecnologia Apsara na terça-feira em Hangzhou, capital da província oriental de Zhejiang.

"Esperamos que, por meio dessa [plataforma] em nuvem, seja mais fácil e acessível para todos desenvolver e usar IA ", disse Tsai, acrescentando que queria transformar a IA em uma grande ferramenta de produtividade, especialmente para pequenas e médias empresas.

Embora a unidade de nuvem da Alibaba atenda agora 80% das empresas chinesas de tecnologia e metade das empresas de modelos de linguagem de IA do país, de acordo com Tsai, ela tem uma forte concorrência no exterior.

O Azure OpenAI Studio da Microsoft e o Bedrock da Amazon Web Service estão a liderar os mercados internacionais.

Na semana passada, estas empresas registaram fortes lucros, em grande parte devido à implementação da IA nos seus serviços de nuvem.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

YouTube e X não atuaram contra a desinformação antes da votação na UE, diz relatório

Apple revela novas funcionalidades de inteligência artificial e acordo com a OpenAI

Utilizadores da rede social X podem publicar conteúdos para adultos consensuais