Vídeo

euronews_icons_loading
Noruegueses estão consternados com a violência