A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Segunda Conferência Internacional sobre Nutrição

Segunda Conferência Internacional sobre Nutrição
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

No âmbito da Segunda Conferência Internacional sobre Nutrição, representantes de 170 países assumiram em Roma o compromisso de adotarem políticas fortes contra uma nutrição inadequada com ações e investimentos que assegurem o acesso de todos a uma alimentação saudável e sustentável.

Sob a égide da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e da Organização Mundial da Saúde (OMS), a conferência decorre até ao dia 21.

“Algo está errado. Uma parte do nosso mundo desequilibrado ainda morre à fome; outra parte empanturra-se, levando a obesidade a fazer cair a esperança média de vida e a fazer subir os custos com cuidados de saúde para valores astronómicos”, disse Margaret Chan, diretora-geral da OMS.

Nos documentos adotados esta quarta-feira estabelecem-se recomendações para políticas e programas para enfrentar as questões da nutrição em múltiplos setores.

Por sua vez, o Quadro de Ação reconhece que os governos têm o papel e a responsabilidade principal de responder às questões e aos desafios nutricionais, em diálogo com um vasto leque de intervenientes, incluindo a sociedade civil, o setor privado e as comunidades afetadas.

De acordo com a FAO, apesar de os registos de fome terem caído 21% desde o biénio 1990/1992, mais de 800 milhões de pessoas no mundo ainda passam fome.