EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Europa vai construir Ariane 6 para combater a concorrência no mercado dos lançamento de satélites.

Europa vai construir Ariane 6 para combater a concorrência no mercado dos lançamento de satélites.
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os países que participam no programa espacial europeu deram luz verde ao nascimento do Ariane 6. O programa está orçado em 8 mil milhões de euros e os estados envolvidos comprometeram-se já com o fina

PUBLICIDADE

Os países que participam no programa espacial europeu deram luz verde ao nascimento do Ariane 6, o novo vaivém que substituirá o Ariane 5 e terá como missão resistir à concorrência feroz no mercado do lançamento de satélites.

A decisão foi tomada na reunião dos ministros da Investigação, no Luxemburgo.

Gaele Winters, da Agência Espacial Europeia (ESA), explica o que está em causa:

“Nós temos uma posição muito forte neste mercado, mas é uma posição que está sob ameaça. Se olharmos para o futuro, para o tipo de satélites que serão lançados e para o tipo de concorrentes neste mercado com uma política de preços bastante mais baixos ,temos que fazer algo para proteger a posição europeia e garantir o acesso ao espaço que queremos”.

O Ariane 6 deverá voar pela primeira vez em 2020. O programa está orçado em 8 mil milhões de euros e os estados envolvidos comprometeram-se já com o financiamento de 4 mil milhões. O principal contribuinte será a França, com 52%; seguido da Alemanha, com 22%.

O nosso enviado Jeremy Wilks acompanhou a tomada de decisão no Luxemburgo:
“Talvez se possa chamar a isto o efeito Rosetta. Os ministros que participaram hoje nesta reunião fizeram-no com otimismo e espírito positivo. Alcançaram um compromisso, encontraram o dinheiro e chegaram a acordo em questões tão importantes quanto o Ariane 6 ou o ExoMars”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Conheça a mulher que está a quebrar barreiras na liderança da indústria espacial na Azercosmos

Agência Espacial Europeia selecionou cinco novos astronautas entre mais de 20 mil candidatos

Missão Crew-7 da NASA e da SpaceX a caminho da Estação Espacial Internacional