Última hora

Última hora

"Presidenciais" da Croácia decididas numa segunda volta

Em leitura:

"Presidenciais" da Croácia decididas numa segunda volta

"Presidenciais" da Croácia decididas numa segunda volta
Tamanho do texto Aa Aa

Os dois favoritos às eleições presidenciais croatas terão de disputar uma segunda volta, para apurar o vencedor.

De acordo com os primeiros resultados, nenhum conseguiu mais de 50 por cento dos escrutínios

Um é o actual presidente, Ivo Josipovic que pode renovar o mandato, apoiado pela coligação governamental de centro esquerda.

A sua grande rival é a conservadora Kolinda Grabar-Kitarovic. Uma diplomata de 46 anos, que já foi secretária-geral adjunta da Nato.

Uma eleitora quer que estas eleições contrbuam para o fim da corrupção:

“Antes de mais nada, espero que a economia melhore, para mais pessoas conseguirem emprego e para que o padrão de vida cresça. E, claro, espero que haja decência e o fim da corrupção.”

Outra votante deseja o fim da miséria:

“Agora, chegou o momento de tomar as medidas económicas necessárias. Acho que toda a gente percebe que, finalmente, alguma coisa tem de ser feita, para que as pessoas sejam salvas das ruas e não tenham de procurar comida no lixo. Temos de andar em frente, de forma civilizada”.

Os croatas querem, sobretudo, soluções para a crise económica. Mas estão também preocupados com a corrupção, com a criminalidade urbana e com a justiça.