EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Líder do Pegida demite-se depois de foto disfarçado de Hitler

Líder do Pegida demite-se depois de foto disfarçado de Hitler
Direitos de autor 
De  Dulce Dias com Lusa, Reuters, AFP, APTN
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Uma foto de Lutz Bachmann disfarçado de Hitler levou à demissão do líder do Pegida, investigado também por alegado incitamento ao ódio racial

PUBLICIDADE

Lutz Bachmann, o líder do Pegida, demitiu-se, esta quarta-feira das funções de líder do movimento.

Em causa, uma foto onde aparece com o bigode e o penteado de Hitler. Uma “sátira”, justificou a porta-voz do movimento.

Menos justificáveis são as declarações de Bachmann sobre os requerentes de asilo, a quem chamou de “escumalha” e “animais” – e que lhe valeram a abertura de uma investigação judicial por alegado incitamento ao ódio racial.

O até agora líder do “Patriotas Europeus contra a Islamização do Ocidente (Pegida)” pediu desculpa, no Facebook, pelos comentários “imprudentes” que fez e com os quais pode ter prejudicado os interesses do grupo.

Um grupo que começou em Dresden e que já tem “ramificações” – como aqui, em Leipzig, onde 15 mil mil pessoas se manifestaram contra a islamização do Ocidente, isto, frente a 20 mil contramanifestantes que se opõe à visão do Pegida.

O movimento de Leipzig foi, contudo, desautorizado pela porta-voz do “Pegida”, de Dresden, que se dessolidarizou previamente de qualquer exigência ou declaração feita durante o protesto, abrindo uma primeira fissura na galáxia anti-islão, na Alemanha.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

AfD rejeita acusações de propaganda pró-russa a troco de dinheiro

Robert Habeck, vice-chanceler da Alemanha: A Europa deve afirmar-se e ser capaz de defender-se

Iluminação alusiva ao Ramadão em Frankfurt levanta discussão