Última hora
This content is not available in your region

Pontapé de Cantona faz vinte anos

Pontapé de Cantona faz vinte anos
Tamanho do texto Aa Aa

Foi ao minuto 48 de um Crystal Palace-Manchester United que Eric Cantona deu o golpe. Duas vezes. Primeiro, tentou pontapear Richard Shaw, o homem encarregado de marcar o jogador francês e partiu para a bancada onde plicou um golpe de «kung fu» a Matthew Simmons, um adepto da equipa local que o terá provocado.

A lenda de Cantona também se construiu com o seu temperamento, por vezes de cólera. A 25 de janeiro, cumprem-se 20 anos desde o polémico pontapé que deu a um adepto, durante um jogo contra o Crystal Palace. Gostava de saber se sente hoje algum remorso?

“O que é que quer que lhe diga? É a minha vida. A vida é feita de coisas boas e de coisas más. Mas, o que é o “bem”? O que é o “mal”? É como é. Depois, basta assumir, basta seguir em frente. Mas a vida é assim. Onde me encontro hoje é o resultado do caminho que segui. Se não tivesse vivido tudo o que vivi, não estaria onde estou hoje. E, hoje, estou muito contente por estar aqui consigo.”

CANTONA ON HISKARATEKICK, 20 YEARS ON

WATCH: CANTONA’S KICKSOUT AT SUPPORTER

EURONEWSTAKE ON CANTONA’S ANNIVERSARY

Credit: elbartho