EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Egito: Alaa e Gamal Mubarak foram libertados

Egito: Alaa e Gamal Mubarak foram libertados
Direitos de autor 
De  Fernando Peneda com LUSA/AP-APTN
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

No Egito, Alaa e Gamal Mubarak, filhos do deposto presidente Hosni Mubarak, foram libertados da prisão onde se encontravam detidos. Um tribunal

PUBLICIDADE

No Egito, Alaa e Gamal Mubarak, filhos do deposto presidente Hosni Mubarak, foram libertados da prisão onde se encontravam detidos.

Um tribunal decidiu a semana passada que os dois arguidos num acaso de corrupção aguardassem, um novo julgamento em liberdade.

Nas ruas do Cairo a libertação dos dois filhos do presidente deposto pela revolta de há quatro anos, causou reações diferentes.

“Acho que Gamal e Alaa cometeram alguns erros, mas no fim de contas temos que respeitar a decisão judicial”, disse um habitante da capital egípcia.

“Isto é chocante e uma grande falha da revolução. Infelizmente não compreendo porque os libertaram no dia 25 de janeiro”, afirmou uma jovem cairota.

Recorde-se que no domingo, dia do quarto aniversário do início da revolta de 2011 que derrubou o presidente Hosni Mubarak, pelo menos 25 pessoas foram mortas durante confrontos entre a polícia e manifestantes hostis aos islamitas e às novas autoridades.

As forças da ordem estavam em alerta, depois dos partidários do antigo presidente islamita Mohamed Morsi terem apelado à manifestações contra o ex-chefe do exército e atual chefe de Estado, Abdel Fattah al-Sissi, para assinalar o levantamento popular em 2011.

Os detratores de Al-Sissi acusam-no de ter instaurado um regime ainda mais autoritário que o de Mubarak, que reprime qualquer oposição, quer islâmica, quer laica.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presos da Somália recebem comida para celebrar Ramadão

Protestos muçulmanos depois da queima de exemplar do corão na Suécia

Libertado opositor egípcio Ramy Shaath