EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Assassino do "Sniper americano" condenado a prisão perpétua

Assassino do "Sniper americano" condenado a prisão perpétua
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com EFE, Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O homem que matou Chris Kyle, o "sniper" que inspirou o filme de Clint Eastwood, vai passar o resto dos dias na cadeia.

PUBLICIDADE

Eddie Ray Routh, o homem que matou o sniper Chris Kyle, foi condenado a prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional.

A sentença foi lida num tribunal do Texas, depois da decisão do júri de considerar culpado este antigo Marine. A acusação tinha renunciado a pedir a pena de morte.

Routh matou Kyle e um amigo numa carreira de tiro… Kyle ajudava antigos soldados a ultrapassar os traumas através de atividades.

Ás do gatilho dos Navy SEALs, autor de mais 160 mortes entre os inimigos, Kyle escreveu uma autobiografia que Clint Eastwood levou agora ao cinema e à corrida aos Óscares – “American Sniper – Sniper americano”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden apoia o filho após condenação, mesmo sem indulto. "Estamos orgulhosos do homem que ele é hoje"

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

EUA: estudantes universitários são presos por protestos pró-palestinos