This content is not available in your region

Expedição descobre destroços de navio de guerra japonês

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Expedição descobre destroços de navio de guerra japonês

Destroços do navio de guerra japonês descobertos durante a expedição do cofundador da Microsoft, Paul Allen. O multimilionário disse ter encontrado o encouraçado com maior poder de fogo da História afundado na Segunda Guerra Mundial pela Marinha americana em frente à costa das Filipinas.

O Musashi perdeu metade dos seus 2.400 tripulantes. Um dos sobreviventes, Shigeru Nakajima tem hoje 94 anos e lembra:

“Parece que descobriram a parte de baixo do navio. Estou certo de que este é o Musashi basta olhar para as imagens, tais como a âncora, o selo imperial do crisântemo e a catapulta caraterísticas destas embarcações”.

“O capitão e aqueles que aqui perderam a vida devem estar muito satisfeitos ao ouvirem no céu esta notícia da descoberta. Vou contar a todos eles o que aconteceu”.

O navio foi detectado no dia 2 de março por um robô a bordo do “Octopus”, o iate de Allen consagrado à exploração e à pesquisa científica.

O fragmento do navio repousa a uma profundidade de um quilómetro no mar de Sibuyan, no centro do arquipélago filipino, palco de uma das maiores batalhas navais da guerra do Pacífico em 1944.