A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Bruxelas põe fim às quotas de produção leiteira

Bruxelas põe fim às quotas de produção leiteira
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Ao fim de 30 anos, a União Europeia põe fim às quotas de produção leiteira.

Haverá um novo instrumento financeiro disponível para todos os Estados-membros que quiserem a ajuda do Banco Europeu de Investimento para a reestruturação da indústria de laticínios.

A partir de 1 de abril, abre-se o caminho à liberalização total e alguns pequenos produtores temem serem excluídos do mercado devido ao poder das grandes explorações.

Ao anunciar a decisão, esta quinta-feira, em Bruxelas, o comissário europeu para a Agricultura, Phil Hogan, admitiu que “a abolição das quotas levanta sempre questões sobre a volatilidade dos preços, mas continuamos a ter mecanismos de regulação do mercado em caso de uma crise grave”.

“Haverá um novo instrumento financeiro disponível para todos os Estados-membros que quiserem a ajuda do Banco Europeu de Investimento para a reestruturação da indústria de laticínios”, acrescentou Phil Hogan.

Os produtores poderão pedir crédito a um prazo de 10 ou 12 anos, com uma taxa fixa e com um padrão regular de pagamentos.

Em relação a regiões com necessidades específicas, como é o caso do arquipélago dos Açores, a Comissão Europeia recorda que existem medidas de apoio adicionais.

O programas de desenvolvimento rural para os Açores, no valor de 295 milhões de euros, já prevê medidas modernização deste setor.