Última hora
This content is not available in your region

Ucrânia vai ter gás russo mais tempo

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira com MARIA KORENYUK
Ucrânia vai ter gás russo mais tempo
Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia vai continuar a comprar gás à Rússia, pelo menos durante mais três meses. O prazo para o fim do anterior contrato terminava esta quarta-feira, 1 de abril, mas a Rússia decidiu oferecer gás a um preço de desconto por mais três meses.

A Rússia dá-nos a oportunidade de pagar menos pelo mesmo volume, por isso é óbvio que aproveitamos a oportunidade.

Kiev decidiu aceitar as condições de Moscovo, apesar do braço-de-ferro diplomático que se mantém. A alternativa ao gás russo era o comprado a países da União Europeia: “A Gazprom aceitou fazer um desconto de 100 dólares. Neste momento, pagamos uma média de 280 dólares por 45 milhões de metros cúbicos de gás da Europa. A Rússia dá-nos a oportunidade de pagar 250 dólares pelo mesmo volume, por isso é óbvio que aproveitamos a oportunidade”, disse o ministro ucraniano da Energia, Volodymyr Demchyshyn.

A Ucrânia procura agora assegurar gás barato para o próximo inverno. Ainda este mês deve ser assinado um memorando de entendimento com a Rússia, que prevê entregas de um volume de gás que possa durar até março do próximo ano.

“Mesmo se a Ucrânia recebeu uma proposta russa para um desconto, o tema do preço do gás não está fechado para Kiev. A Ucrânia quer clarificar os preços para o próximo inverno. Dentro de duas semanas, vai haver uma reunião trilateral, em Berlim, com a presença de representantes da União Europeia, onde o tema vai ser discutido”, explica a correspondente da euronews em Kiev, Maria Korenyuk.