EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Síria: 2000 palestinianos retirados do campo de Yarmuk

Síria: 2000 palestinianos retirados do campo de Yarmuk
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Cerca de 2000 pessoas foram retiradas do campo de refugiados de Yarmuk, no sul de Damasco, na Síria. O número foi avançado pela Organização de

PUBLICIDADE

Cerca de 2000 pessoas foram retiradas do campo de refugiados de Yarmuk, no sul de Damasco, na Síria. O número foi avançado pela Organização de Libertação da Palestina.

Os habitantes do campo são palestinianos que fugiram da guerra israelo-árabe.

O complexo foi tomado, na quarta-feira, pelo grupo Estado Islâmico. As autoridades estimam que os jiadistas controlem, já, cerca de 90% do território.

O presidente da Palestina garantiu, este domingo, que foi criado em Damasco “um centro de crise para lidar com a tragédia”. Mahmoud Abbas assegurou que estão em contacto com a Organização de Libertação da Palestina, no local, de modo a “encontrar uma maneira de proteger a população”.

Pelo menos 13 pessoas morreram nos bombardeamentos efetuados pela aviação militar do regime de Bashar al-Assad. De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, o número de mortos subiu para 26, desde a invasão do campo.

As forças palestinianas lutam para impedir os avanços do Estado Islâmico.

As Nações Unidas estimam que cerca de 18 mil pessoas permanecem no campo de Yarmuk.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado

Ataque israelita destrói consulado iraniano em Damasco e mata alta patente militar