Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Reino Unido: Tony Blair critica promessa de referendo de David Cameron

Reino Unido: Tony Blair critica promessa de referendo de David Cameron
Tamanho do texto Aa Aa

Tony Blair critica a promessa do conservador David Cameron de realizar um referendo sobre a manutenção do Reino Unido na União Europeia.

Para o antigo primeiro-ministro trabalhista, a saída do país só iria fragilizar, ainda mais a economia. Blair manifesta-se, pela primeira vez, na campanha eleitoral. Estamos a um mês das legislativas.

“Acredito, fervorosamente, que a saída da Europa iria diminuir a Grã-Bretanha no mundo. Causaria danos significativos à nossa economia, e menos óbvio, mas importante para o nosso futuro, iria contra as mesmas qualidades que ainda fazem de nós uma grande nação mundial”, afirma Blair.

O candidato conservador e atual primeiro-ministro já respondeu às críticas. Para David Cameron, Tony Blair parece não acreditar nos britânicos.

Cameron assegura que “Tony Blair não confia nas pessoas. Devemos confiar nas pessoas. Vamos renegociar o nosso relacionamento com a Europa e, em seguida, haverá um referendo ‘fica ou sai’, até o final de 2017. Essa é a coisa certa para a Grã-Bretanha.”

As últimas sondagens colocam lado a lado os Partidos Trabalhista e Conservador.

Os britânicos elegem o Parlamento e por consequência o chefe do Governo no dia 7 de maio.