Última hora
This content is not available in your region

Santo Sudário exposto ao público em Turim

Access to the comments Comentários
De  Fernando Peneda com AFP
Santo Sudário exposto ao público em Turim
Tamanho do texto Aa Aa

O Santo Sudário, a mortalha que terá envolvido o corpo de Jesus Cristo, está exposto ao público a partir deste domingo em Turim.

A peça de linho na qual, segundo a tradição, ficou gravada a imagem do corpo de Cristo com as marcas da crucificação e do seu rosto, é alvo de uma disputa científica em torno da sua autenticidade.

“No que respeita ao campo cientifico, em que não existe um consenso, a Igreja não tem nada contra a continuação das investigações. O mais importante para os peregrinos e para a Igreja é que quando estejam perante o Santo Sudário, as pessoas sintam no coração o que Jesus fez”, disse Cesare Nosiglia, arcebispo de Turim.

O sudário foi descoberto em meados do século XIV na igreja de Nossa Senhora, perto de Troyes, em França. A Santa Sé nunca se pronunciou sobre sua autenticidade.

“Acreditei que é autêntico no momento em que o vi e continuo a acreditar, porque sempre que o vejo tem um grande efeito em mim”, disse uma visitante.

“É uma experiência comovente e única. Espero que os jovens a consigam compreender e a guardem no coração”, afirmou outra.

O Santo Sudário pode ser visitado durante 67 dias, um mês e meio a mais do que a última vez, há cinco anos, quando atraiu cerca de 2 milhões de visitantes.

O Papa Francisco irá a Turim nos dias 20 e 21 de junho.