Hungria: Milhares de manifestantes contra a corrupção

Hungria: Milhares de manifestantes contra a corrupção
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Há cinco anos no poder, Viktor Orbán, o primeiro-ministro húngaro é alvo de uma contestação crescente. A Hungria, que estava sob um programa de

PUBLICIDADE

Há cinco anos no poder, Viktor Orbán, o primeiro-ministro húngaro é alvo de uma contestação crescente.

A Hungria, que estava sob um programa de “ajuste” do FMI e da União Europeia quando Orbán assumiu funções, não fez entretanto grandes progressos, e os escândalos de corrupção que envolveram o governo apenas agravaram a confiança e o descontentamento.

“Se eu mandasse demitia o governo e convocava uma nova eleição. Outro governo seria melhor. Parece que qualquer outra situação seria melhor. Eles abusam de nós”.

“Eu gostaria que consolidassem o país que criassem mais equilíbrio.Deviam construir, não destruir”.

A corrupção, mas também a austeridade e a degradação das relações entre Budapeste e Bruxelas são alguns dos aspetos desta contestação. O enviado da Euronews, Attila Magyar, reporta:

“Nos últimos meses, muitas foram as manifestações contra a corrupção e as ações do governo de Viktor Orbán. Este protesto surge depois do recente desacordo entre a União Europeia e o governo húngaro. Os organizadores prometeram mais manifestações num futuro próximo “.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Húngaros protestam contra lei que pretende acabar com estatuto de funcionários públicos dos docentes

Budapeste: Professores e estudantes nas ruas por uma Educação melhor

Revolução "Euromaidan" rebentou na Ucrânia há dez anos: Relatos na primeira pessoa