Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Porto vai a Munique com os olhos em Berlim

Porto vai a Munique com os olhos em Berlim
Tamanho do texto Aa Aa

Franck Ribéry deverá ser a grande baixa do Bayern de Munique para a recepção ao Porto, na segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

A história parece jogar a favor dos dragões: o Bayern nunca conseguiu dar a volta a uma eliminatória em casa depois de perder fora por dois golos ou mais.

Os pupilos de Pep Guardiola entram esta terça-feira na Allianz Arena com necessidade de dar a volta à desvantagem trazida do Dragão, onde perderam por 3-1.

O técnico catalão do conjunto da Baviera sabe que as expectativas são altas.

Guardiola afirma que “a Bundesliga e a Taça não chegam” num clube como o “Bayern, tal como no Barcelona ou no Real Madrid, nos grandes clubes da Europa só um tríptico de títulos é suficiente”.

A história parece jogar a favor dos dragões: o Bayern nunca conseguiu dar a volta a uma eliminatória em casa depois de perder fora por dois golos ou mais.

O Porto procura alcançar a sétima meia-final da sua história europeia, mas Julen Lopetegui não vai poder contar com os habituais laterais. Alex Sandro e Danilo viram o amarelo no dragão e ficam de fora do encontro em Munique.

Tal como o Porto, o Barcelona está bem lançado para seguir em frente. Os catalães venceram em Paris 3-1 o PSG e ninguém acredita numa reviravolta de Ibrahimovic e companhia em Camp Nou.

Mas o técnico do Barca, Luis Enrique, sabe que o avançado sueco é um perigo permanente:

“Conhecemos todos Ibrahimovic. Ele tem a sua forma de atacar, é capaz de marcar golos com todas as partes do corpo. Consegue combinar o seu papel com o de médio, é um dos melhores avançados do mundo. Já jogou aqui. Conhecemo-lo muito bem e sabemos que vai ter uma motivação extra no jogo que se avizinha”.

Para além da desvantagem trazida de Paris, o PSG não vai poder contar com o defesa brasileiro Thiago Silva, que se lesionou na primeira mão. Mais uma dor de cabeça para Laurent Blanc que irá apostar tudo nas qualidades goleadoras de Ibrahimovic, que falhou o jogo na capital francesa.