This content is not available in your region

Responsável separatista ucraniano: "Se o exército russo entrasse, já estaríamos em Kiev"

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com SERGIO CANTONE
euronews_icons_loading
Responsável separatista ucraniano: "Se o exército russo entrasse, já estaríamos em Kiev"

Denis Pushilin é o representante da autoproclamada República Popular de Donetsk nas negociações de Minsk.

Com a situação a alternar entre o apaziguamento e a intensificação do conflito, Pushilin falou em exclusivo para a euronews. Os pró-russos começam pouco a pouco a abandonar as ideias de independência e a falar em autonomia.

Pushilin desmente a participação do exército russo nos combates: *“Vimos na parada de nove de maio em Moscovo. Imagine o que aconteceria se o exército russo entrasse mesmo no nosso território. Se calhar estaríamos a fazer esta entrevista em Kiev e não em Donetsk. Claro que uma intervenção do exército russo numa guerra em larga escala, no nosso território, traria vantagens para alguém. Mas não seria para a Rússia nem para nós.

O território da República Popular de Donetsk poderia ser autodeterminado há muito tempo, mas continuamos a insistir numa solução política. Para nós, o primeiro passo é respeitar o acordo de Minsk, este é o principal documento pelo qual nos estamos a guiar”.*