Ucrânia: Washington ameaça Rússia com novas sanções após "ofensiva em larga escala" em Donetsk

Ucrânia: Washington ameaça Rússia com novas sanções após "ofensiva em larga escala" em Donetsk
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os Estados Unidos ameaçam aplicar novas sanções à Rússia, depois do reacender dos combates na quarta-feira, no leste da Ucrânia, ter voltado a abalar

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos ameaçam aplicar novas sanções à Rússia, depois do reacender dos combates na quarta-feira, no leste da Ucrânia, ter voltado a abalar o frágil cessar-fogo no território.

A porta-voz do departamento de Estado norte-americano advertiu, esta noite, que, “qualquer tentativa dos separatistas para conquistar mais território na região”, poderá resultar em mais sanções contra Moscovo.

Pelo menos dois soldados ucranianos morreram e 39 ficaram feridos, segundo Kiev que acusa os separatistas pró-russos de terem tentado lançar, “uma ofensiva em larga escala”, na zona desmilitarizada de Mariinka e Krasnogorovka, nos arredores da cidade de Donetsk.

Os observadores da OSCE presentes no território confirmaram, num comunicado emitido esta noite , ter registado “um grande movimento de tropas e armas junto à zona de Mariinka”, do lado separatista, na terça-feira.

Os rebeldes pró-russos acusam, por seu lado, as tropas ucranianas de terem sido as primeiras a lançar os ataques, afirmando que pelo menos um civil morreu e outros quatro ficaram feridos, na cidade de Donetsk, controlada pelos rebeldes.

A diplomacia russa reagiu ao reacender do conflito, afirmando que as ações, “independentemente dos responsáveis”, visam abalar as discussões de paz entre os dois campos,.

A calma parece ter regressado esta noite à região, onde o conflito, que se iniciou em abril do ano passado, já provocou mais de 6.400 mortos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Milhões de deslocados de guerra na Ucrânia

Ninhada de cachorrinhos salva de incêndio na Ucrânia

Um morto e doze feridos em ataque russo a Poltava na Ucrânia