A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Crise do euro: Tempestade grega afunda mercados mundiais

Crise do euro: Tempestade grega afunda mercados mundiais
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A tempestade provocada pela rutura, no fim de semana, das negociações entre a Grécia e os credores internacionais atingiu esta manhã os mercados financeiros, com as bolsas a abrirem no vermelho e o euro a desvalorizar.

Lisboa afundou mais de 5,3% na abertura.Frankfurt a recuou cerca de 4,3%. Paris perdeu 4,7% e Londres caía mais de 2%.

Os juros das obrigações da dívida portuguesa, espanhola e da italiana dispararam.

O euro desvalorizava perto de dois por cento face ao dólar e mais de 3% em relação ao yen japonês.

As ondas de choque do terramoto político e económico em curso na Europa também se fizeram sentir na Ásia. Em Tóquio, o Nikkei esteve a perder quase 3%. Xangai chegou a afundar mais de 7% e Hong Kong recuava mais de 3,6%.