Última hora
This content is not available in your region

Omar Sharif, o último galã

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
euronews_icons_loading
Omar Sharif, o último galã
Tamanho do texto Aa Aa

Eternamente conhecido como Doutor Jivago ou ainda Sherif Ali em Lawrence da Arábia: Jogador, galã e sedutor, Omar Sharif era um dos últimos ídolos da idade de ouro do cinema e a maior estrela de sempre da sétima arte no mundo árabe.

O ator egípcio morreu no Cairo, aos 83 anos, de ataque cardíaco. Sofria também da doença de Alzheimer, segundo um dos filhos.

Viveu uma vida de “glamour”, mas só se casou – e, segundo o próprio, só se apaixonou uma vez. Durante trinta anos, passou a maior parte do tempo fora do país natal, em hotéis na Europa e na América. O último grande sucesso na tela foi em 2003, com Monsieur Ibrahim et les fleurs du Coran.

Homenagens

Momentos

Em 1989, Nanni Moretti homenageou “Jivago” com esta cena memorável de “Palombella Rossa”: