EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Bósnia: Campos de refugiados temporários funcionam há 20 anos

Bósnia: Campos de refugiados temporários funcionam há 20 anos
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Vinte anos depois do massacre de Srebrenica, perto de 100 mil bósnios ainda estão refugiados no seu próprio país. No campo de Jezevac, 70 famílias

PUBLICIDADE

Vinte anos depois do massacre de Srebrenica, perto de 100 mil bósnios ainda estão refugiados no seu próprio país. No campo de Jezevac, 70 famílias ainda vivem longe do mundo. A Bósnia ainda está repleta destes acampamentos temporários que acolheram os que fugiram dos horrores da guerra:

Suhra Mustafic tem 52 anos. Quarenta e um homens da sua família foram mortos. Está doente e metade dos 150 euros que recebe de pensão, enquanto viúva de guerra, vai para pagar os tratamentos. Tem de alimentar seis filhos: “Fui capturada, caminhei por cima de cadáveres e pelo meio dos incêndios. Comi folhas para sobreviver, juntamente com os meus filhos. Os meus filhos não têm trabalho, se tivessem a vida seria melhor principalmente para eles. Não são casados e, mesmo que quisessem, não têm nada para oferecer.”

A guerra fez aproximadamente um milhão de refugiados internamente. Outro milhão fugiu para o estrangeiro. O regresso a casa é muitas vezes impossível. Como para Safija Ibrahimovic: “Não quero voltar a casa, nem morta. Mataram os meus dois cunhados em casa. Não tenho para onde ir.”

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bósnia-Herzegovina: marcha em memória do massacre de Srebrenica junta 6.000 pessoas

Genocídio de Srebrenica: manifestantes pró-sérvios voltam a protestar contra resolução da ONU

Marcha anual da paz recorda massacre de Srebrenica