Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Burundi: Eleições contestadas podem levar a guerra civil

Burundi: Eleições contestadas podem levar a guerra civil
Tamanho do texto Aa Aa

No Burundi, a situação aproxima-se da guerra civil. As eleições, que começaram esta terça-feira, têm como resultado quase certo a atribuição de um terceiro mandato ao presidente Pierre Nkurunziza. Os confrontos entre apoiantes do presidente e da oposição estão a escalar. Os mais recentes provocaram dois mortos.

A situação pode degenerar em guerra civil, já que a oposição tem um braço armado, que pode vir a angariar membros do exército regular.

As eleições não devem trazer qualquer surpresa: A oposição decidiu boicotar.

Diz um eleitor: “Quero que a pessoa em quem votei garanta a minha segurança e a estabilidade do país. Deve assegurar a segurança de todos”.

Nkurunziza concorre contra três candidatos considerados próximos do regime e um opositor, Agathon Rwassa, que não retirou a candidatura, mas boicotou a campanha. Os outros candidatos da oposição retiraram as candidaturas.