Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Ucrânia: Bombardeamentos e tiroteios fazem mais vítimas no leste

Ucrânia: Bombardeamentos e tiroteios fazem mais vítimas no leste
Tamanho do texto Aa Aa

As forças ucranianas e separatistas pró-russas acusam-se mutuamente de agressões apesar do cessar-fogo em vigor.

Esta quinta-feira uma série de bombardeamentos atingiu áreas civis em Donetsk, no leste do Ucrânia.

Quatro civis e um soldado foram mortos.

Dois homens foram também abatidos em Dzerzhinsk, norte de Donetsk, no fogo separatista de Horlivka, 7.5 km de distância.

Este residente conta:
“Eles estavam a bombardear durante a noite, cinco obuses cairam aqui perto e nem tivemos tempo de nos vestirmos. Corri com a criança para a casa de banho e tentamos proteger-no com o colchão”.

Os separatistas acusaram os ucranianos de terem aberto fogo contra Horlivka na noite de quarta-feira para quinta-feira, com tanques e artilharia, matando um homem e uma mulher.

“As explosões assobiavam por cima das nossas cabeças e estilhaços voavam. Um engenho caiu no meu quintal e todas as janelas se partiram e havia pedaços a cair en todas as direções. Um passou por cima da cabeça da avó”.

Mais de 6.500 pessoas foram mortas desde que o conflito começou em abril de 2014 no leste da Ucrânia e receia-se que o derramamento de sangue continue.

De acordo com os observadores internacionais ontem ocorrerem 120 explosões na área do aeroporto de Donetsk.