Encontrados mais destroços possivelmente do voo MH370

Encontrados mais destroços possivelmente do voo MH370
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Malaysia Airlines confirmou aos familiares dos passageiros do voo MH370 que os destroços encontrados no dia 29 de junho na Ilha de Reunião, perto

PUBLICIDADE

A Malaysia Airlines confirmou aos familiares dos passageiros do voo MH370 que os destroços encontrados no dia 29 de junho na Ilha de Reunião, perto de Madagascar, pertencem de facto à aeronave desaparecida no dia 8 de março do ano passado.

Esta manhã foram anunciados novos elementos, além do pedaço de asa revelado, a descoberta de um pedaço de mala por um trabalhador responsável pela limpeza do litoral e, segundo o primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, restos de assentos, de estofo e mesmo de janelas.

Vestígios que deram à costa a milhares de quilómetros a oeste da área de buscas.

A ministra australiana dos Negócios Estrangeiros acrescenta: “Queremos continuar a utilizar este meio de prova para melhor informar sobre os nossos esforços de buscas, mas o que temos é consistente em relação à à area em que atualmente estamos focados, é uma boa notícia, porque reduzimos a parte do oceano em que esperamos encontar o avião”.

O Boeing da Malaysia Airlines saiu de Kuala Lumpur, capital da Malásia, em direção a Pequim, na China. Pouco mais de uma hora após a descolagem a comunicação com a torre de controle foi interrompida.

Os investigadores acreditam que o aparelho de comunicação com a torre de controle tenha sido desligado de propósito e que a aeronave foi desviada de sua rota em direção ao Oceano Índico, onde várias operações de buscas foram realizadas nos últimos 16 meses.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Familiares das vítimas do MH370: "É tudo mentira!"

501 caixões e 200 sacos com cadáveres encontrados abandonados na Argentina

Autoridades francesas investigam salário do presidente do comité dos Jogos Olímpicos de Paris