Moldávia: milhares exigem demissão do presidente e do governo

Moldávia: milhares exigem demissão do presidente e do governo
De  Rodrigo Barbosa com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de pessoas manifestaram-se na capital da Moldávia, Chisinau, para pedir a demissão do presidente Nicolae Timofti, do governo e de outras

PUBLICIDADE

Milhares de pessoas manifestaram-se na capital da Moldávia, Chisinau, para pedir a demissão do presidente Nicolae Timofti, do governo e de outras altas autoridades do país, na sequência de um escândalo de corrupção que se arrasta desde a Primavera.

O protesto, que decorre de forma ininterrupta desde há uma semana, é liderado pela plataforma cívica “Dignidade e Justiça”. Um dos porta-vozes do movimento, Valentin Dolganiuc, afirma que “o povo acordou e está firmemente decidido a recuperar o controlo do país e […] colocar os culpados perante a Justiça”.

As manifestações começaram na passada Primavera, quando as autoridades reconheceram o desvio de dois mil milhões de dólares de três bancos moldavos que tinham recebido empréstimos significativos do Estado.

Um moldavo presente no protesto deste domingo em Chisinau diz que pretende “mudanças radicais” para o país. “Atualmente, a Moldávia está controlada por oligarcas criminosos e é preciso pôr-lhes um fim”.

Outra manifestante afirma que “a população merece uma vida melhor e saiu à rua para lutar pelo futuro”.

O primeiro-ministro descartou a demissão do executivo e a dissolução do Parlamento que, segundo ele, poderia provocar o colapso do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os jovens moldavos e o futuro na UE

Autárquicas na Moldávia ensombradas pela influência da Rússia

Cimeira da Comunidade Política Europeia reúne quase 50 líderes na Moldávia