EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Cuba engalanada para receber o papa Francisco

Cuba engalanada para receber o papa Francisco
Direitos de autor 
De  Dulce Dias com EFE, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Entre esperanças e críticas, os cubanos estão de olhos postos no Santo Padre

PUBLICIDADE

Cuba está a engalanar-se para receber, este fim de semana, o papa Francisco. Trata-se de uma visita plena de simbolismo, tendo em conta o papel diplomático desempenhado pelo Vaticano na reconciliação entre a ilha e os Estados Unidos.

Os cubanos esperam que a visita do sumo pontífice marque o fim completo do embargo norte-americano, que se suaviza pouco a pouco.

“O papa acompanhou este processo e penso que, quando estiver aqui, vai pressionar para que Cuba se abra ao mundo, e para que o mundo se abra a Cuba, como disse João Paulo II”, recorda Juan Miguel Arregui. O jesuíta continua: “Espero que este seja o momento em que se realizem as esperanças que as pessoas têm.”

Mas a visita do Santo Padre tem também a sua quota-parte de críticas – não ao papa, mas ao governo.

“Vivemos sob um governo, um Estado policial. Os Estados policiais são extremamente paranoicos e não descartamos a hipótese de que haja detenções – preventivas ou mesmo durante as atividades do papa”, avisa Elizardo Sanchez, presidente da Comissão Cubana dos Direitos Humanos e da Reconciliação Nacional.

A organização vai mesmo mais longe e acusa o governo de estar a levar a cabo uma “limpeza social”, com o internamento de mendigos e sem abrigo.

O papa Francisco é o terceiro sumo pontífice a visitar Cuba, onde fica quatro dias, antes de rumar aos Estados Unidos.

Antes da viagem, o Santo Padre pediu aos fiéis, no Twitter, que rezassem por si.

I ask you to join me in praying for my trip to Cuba and the United States. I need your prayers.

— Pope Francis (@Pontifex) 18 Septembre 2015

E gravou igualmente uma mensagem, em vídeo, dirigida ao povo de Cuba, na qual se coloca no papel de “missionário da misericórdia”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ONU vota contra embargo norte-americano a Cuba

Jovens cubanos estarão a ser obrigados a integrar o exército russo na Ucrânia

Viver rodeado de silêncio: a história do zelador da abadia de San Benedetto al Subasio