Zimbabué: Cidadão norte-americano que matou leão Cecil não vai ser acusado

Zimbabué: Cidadão norte-americano que matou leão Cecil não vai ser acusado
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Zimbabué não vai acusar o dentista norte-americano que matou o famoso leão Cecil, em julho passado. Segundo o ministro do Ambiente, Walter Palmer

PUBLICIDADE

O Zimbabué não vai acusar o dentista norte-americano que matou o famoso leão Cecil, em julho passado.

Segundo o ministro do Ambiente, Walter Palmer tinha as autorizações legais para a caçada. Mas o ministro adianta ainda que Palmer pode visitar o país como turista, mas não como caçador.

Já o guia e o dono da reserva de caça serão acusados por violação das regras de caça.

Os grupos de defesa dos animais não se dão por vencidos e ponderam apresentar queixa nos Estados Unidos contra Palmer.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente Joe Biden junta-se a grevistas do setor automóvel no Michigan

Zelenskyy em Washington para garantir apoio dos EUA à Ucrânia

Reserva Federal mantém taxa inalterada