A sonda Maven revela os segredos de Marte

A sonda Maven revela os segredos de Marte
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A história do planeta vermelho que um um dia terá sido azul. De acordo com os cientistas da Nasa, há biiões de anos o Sol era muito mais ativo e

PUBLICIDADE

A história do planeta vermelho que um um dia terá sido azul.
De acordo com os cientistas da Nasa, há biiões de anos o Sol era muito mais ativo e instável e provocava tempestades violentas, terá sido, provavelmente a causa da atual aridez de Marte, muito mais exposto que a Terra a esses fenómenos.

“Para responder à pergunta, o que aconteceu com a atmosfera de Marte? Vou citar Bob Dylan. “A resposta, meus amigos, foi levada pelo vento”.” A sonda espacial Maven, lançada em 18 de novembro de 2013 trouxe luz ao mistério de como o planeta vermelho perdeu a maior parte de sua atmosfera e da sua massa de água.

Os dados de Maven, que deve completar a missão dentro de um ano, visam complementar os apresentados pelo robô explorador Curiosity, que revelam que o monte Sharp de Marte, situado dentro da cratera Gale, pode ser formado pelos sedimentos depositados no leito de um lago há milhões de anos.

“Marte parece ter reunido todas as condições necessárias para a vida ou parece tê-las conhecido na superfície, no passado. E isso levanta a questão de saber se alguma vez houve qualquer vida lá, e se houve, se esteve geneticamente relacionada com a vida terrestre ou com outra origem. No futuro, penso que estas questões sobre a vida e clima e a história do planeta vão estar realmente no centro da exploração “.

O que aconteceu, segundo a Nasa, foi que a atmosfera de Marte foi atacada por ventos solares e teve partículas “arrancadas”, prejudicando sua proteção e afetando diretamente a mudança climática.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Grécia entra no programa espacial Artemis para estabelecer uma base na Lua

Três organizações confirmam que 2023 foi o ano mais quente de sempre

NASA recolhe maior amostra de sempre de um asteroide