EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

FIFA aprova cinco candidaturas à presidência

FIFA aprova cinco candidaturas à presidência
Direitos de autor 
De  Nelson Pereira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A comissão eleitoral da FIFA aprovou esta quinta-feira cinco candidatos à presidência da organização. A candidatura de Michel Platini foi adiada para

PUBLICIDADE

A comissão eleitoral da FIFA aprovou esta quinta-feira cinco candidatos à presidência da organização. A candidatura de Michel Platini foi adiada para análise em janeiro, quando chegar a termo a suspensão do francês, enquanto a candidatura de Musa Bility foi rejeitada.

Ad-hoc Electoral Committee admits five candidates for FIFA presidential election – https://t.co/g2YhRGflTu

— FIFA Media (@fifamedia) November 12, 2015

“A comissão eleitoral ad hoc declarou cinco candidatos elegíveis para disputar a presidência da FIFA”, o que acontecerá no congresso extraordinário de 26 de fevereiro em Zurique, segundo o comunicado.

Depois do procedimento de avaliação, a comissão eleitoral, presidida pelo italiano Domenico Scala, aprovou as candidaturas do príncipe jordaniano Ali Al Hussein, do xeque Salman Bin Ebrahim Al Khalifa, do Bahrein, do francês Jérôme Champagne, do italiano-suíço Gianni Infantino e do sul-africano Tokyo Sexwale.

A comissão rejeitou a candidatura do presidente da Federação de Futebol da Libéria, Musa Hasan Bility, “levando em consideração a sua integridade”.

Quanto à candidatura de Michel Platini, presidente da UEFA suspenso por 90 dias em 8 de outubro, não será examinada pela comissão antes de 5 de janeiro, data quando termina a suspensão que lhe foi imposta, como havia indicado a FIFA em 20 de outubro.

Platini foi suspenso provisoriamente por 90 dias pelo Comité de Ética da FIFA a 8 de outubro, para esclarecimento de um pagamento de 1,8 milhões de euros que recebeu do presidente da organização, Joseph Blatter, por um trabalho realizado entre 1999 e 2002.

Platini disse ao jornal francês Le Monde que o acordo foi feito em Singapura em 1998, e que terá dito a Blatter: “um milhão do que quiseres, o mesmo que dizer paga-me o que quiseres”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cinco dos seis alpinistas desaparecidos nos Alpes da Suiça foram encontrados mortos

Temperaturas do Lago Léman sobem para níveis recorde

Apoio à Ucrânia em foco no segundo dia do Fórum Mundial Económico