EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

EUA: Terceiro debate das primárias democratas com terrorismo, segurança...e Trump

EUA: Terceiro debate das primárias democratas com terrorismo, segurança...e Trump
Direitos de autor 
De  Antonio Oliveira E Silva com AFP e LUSA
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O terceiro debate dos aspirantes democratas a candidato às eleições presidenciais de 2016 nos Estados Unidos teve lugar este sábado em Manchester, Estado de New Hampshire

PUBLICIDADE

Os aspirantes a candidatos pelo Partido Democrata às eleições presidenciais dos Estados Unidos, marcadas para dia 8 de novembro de 2016, centraram-se, durante o seu terceiro debate, em questões relacionadas com a segurança nacional e o terrorismo, assim como às leis relativas ao uso e porte de armas.

No entanto, foi outro aspirante à presidencia, mas republicano, de quem mais se falou durante todo o dabate. Donald Trump e as suas polémicas declarações das últimas semanas foram consideradas pelos participantes como “superficiais” e “incendiárias”, sobretudo no que à segurança nacional e da diplomacia diz respeito.

Donal Trump “está prestes a tornar-se o melhor recrutador do Estado Islâmico”, disse Hillary Clinton, ao afirmar os ‘jihadistas’ utilizam discursos antimuçulmanos do magnata norte-americano nos seus vídeos de recrutamento.

“Preocupa-me que a retórica dos republicanos, sobretudo de Donald Trump, envie a mensagem aos muçulmanos nos Estados Unidos e no mundo inteiro de que há um choque de civilizações, e que há uma espécie de complô ocidental ou de guerra contra o islão”, disse a ex-secretária de Estado norte-americana.

Reason 3 of many why Hillary should be our next president. https://t.co/I7cSwLqlEq#DemDebatepic.twitter.com/JHOzXlwlpI

— Hillary Clinton (@HillaryClinton) 20 Décembre 2015

Bernie Sanders, por sua vez, atacou o magnata republicano pelas suas posições sobre a economia.

“Quero dizer isto às pessoas que vão aos comícios de Donald Trump: ele pensa que um salário mínimo baixo é uma boa ideia”, disse o senador, o único democrata eleito do Senado que defende o aumento do salário mínimo federal de 7,25 para 15 dólares à hora.”

Equal pay for equal work. It’s not a radical idea. #DebateWithBernie

— Bernie Sanders (@BernieSanders) 20 Décembre 2015

A ex-Secretária de Estado e ex-primeira dama Hillary Clinton, o senador pelo Estado do Vermont (nordeste, Nova Inglaterra) Bernie Sanders e o ex-governador do Estado de Maryland Martin O’Malley, os três aspirante democratas, encontram-se a 43 dias do início das primárias nos Estados Unidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden apoia o filho após condenação, mesmo sem indulto. "Estamos orgulhosos do homem que ele é hoje"

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

EUA: estudantes universitários são presos por protestos pró-palestinos