EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Alta segurança nos festejos públicos de Ano Novo

Alta segurança nos festejos públicos de Ano Novo
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As celebrações da passagem de ano na Europa vão ficar marcadas por um aumento do nível de segurança. A tradicional festa nos Campos Elísios, em

PUBLICIDADE

As celebrações da passagem de ano na Europa vão ficar marcadas por um aumento do nível de segurança. A tradicional festa nos Campos Elísios, em Paris, esteve para ser anulada, devido à ameaça terrorista. Da última vez estiveram presentes cerca de 600 mil pessoas. Mas as autoridades decidiram fazer. O tradicional fogo-de-artifício foi sacrificado por razões de segurança, nomeadamente por causa do ruído das explosões. Em contrapartida será projetado um espetáculo de luzes no Arco do Triunfo.

Em Berlim a Porta de Brandeburgo deverá acolher milhares de pessoas, como é costume. Mas este ano as medidas de segurança são mais apertadas. Aqui vão estar 900 agentes da polícia, enquanto 1700 serão destacados noutros locais festivos da cidade.

“Temos mais pessoal para a segurança – explica Willy Kausch, o organizador do evento – temos videovigilância, proibimos malas e mochilas no recinto. O controlo à entrada será estrito e quem vier terá de ter paciência, o tempo de espera nas entradas será maior porque estamos à espera de algumas centenas de milhares de pessoas.”

A capital belga também está em alerta máximo. A segurança em Bruxelas foi reforçada na sequência da detenção de dois indivíduos, no início da semana, suspeitos de planearem um atentado durante os festejos de Ano Novo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Terrorismo: Festa da passagem de ano cancelada em Bruxelas

Grécia encerra Acrópole e escolas devido à primeira onda de calor do ano

Como tornar a Europa mais segura? Foi o tema do grande debate nos Países Baixos que votam hoje